quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Uma Aventura na Biblioteca

      Foi com muito entusiasmo e alegria que os alunos de todas as  turmas do 5.º ano realizaram o pedipaper "Uma Aventura na Biblioteca", dinamizado pela biblioteca escolar.     
    Seguindo pistas, e em trabalho de pares, os alunos foram descobrindo o funcionamento da biblioteca, os seus recursos e o prazer que podem usufruir neste espaço pedagógico e mágico! 

 
 MJA
     

O Zaronhete



O Zaronhete é um monstrinho muito limpo e asseado, até tem a alcunha de sabonete! Ele é amarelo, tem uns olhos muito grandes e pretos como as azeitonas, ao longo da sua coluna vertebral tem uma espécie de pedras afiadas, a sua língua é vermelha e é tão comprida que quase não cabe na boca!
O Zaronhete gosta muito de brincar ao "chuta-sabonete", mas como ele é tão desastrado, escorrega no sabonete e faz um galo que até parece um rabanete!
Como ele é tão limpinho e arrumado, já foi nomeado mestre das limpezas nos Globos de Ouro da higiene.
        Ele é um monstrinho muito feliz,pois onde vive (Galáxia dos Sabonetes), a vida é muito agradável.
Gosta de comer bolachas, de preferência com sabor a sabonete, adora a cor amarela e gosta de fazer grandes e belos desenhos para enfeitar a sua casa.
O monstrinho Zaronhete é um exemplo de criatura que não dá importância às adversidades da vida, mas tenta viver cada minuto com alegria e satisfação.

Texto e ilustração: Rodrigo Aguiar - 6.ºH

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

A Mimi voa outra vez

É com grande entusiasmo que as três turmas do jardim de infância da EB1/JI Casal do Marco vieram à biblioteca escolar para ouvir mais uma aventura da já famosa Bruxa Mimi. Desta vez, a nossa bruxinha viajou com o gato Rogério na sua vassoura, mas só sabia chocar em coisas e arranjar sarilhos. No final, tudo fica resolvido com a compra de um par de óculos. 


sábado, 26 de novembro de 2016

Era uma vez o Naragudo...




     Naragudo é um ser que só podemos encontrar no cimo das montanhas mais frias do paraíso.

     A sua função é proteger o Planeta Terra da poluição, pois, quando avista fumo, vai a correr até ao local e aspira-o com as suas narinas.
   É um ser muito engraçado, com o seu cabelo ruivo e encaracolado, tem uma boca minúscula, um nariz e uns braços gigantes, não tem pernas, tem apenas pés!
     É redondinho como uma lua cheia e tem dois olhos sempre muito arregalados!
    Gosta de jogar aos jogos dos cheiros, pois tem o olfato é muito apurado e diverte-se a descobrir vários aromas de olhos fechados. Foi daí que surgiu o seu nome: Nariz Agudo!
    É muito simpático, mas “se lhe salta a tampa”, já não parece, assim, tão simpático!
    É muito dorminhoco, mas fica sempre alerta com os maus odores!
    Também gosta muito de comer e outras coisas mais.
   O Naragudo quase não tem amigos, pois está sempre muito ocupado nas suas funções.   No entanto, tem um amigo especial, um unicórnio preto e branco, pois é dos anos oitenta!
  Tenham cuidado a fazer fumo ou ao estar perto do fumo, pois, quando o Naragudo for aspirá-lo, pode aspirar-te também.

Mariana Faustino

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

NOVOS LIVROS na BIBLIOTECA

 


FANTÁSTICO!

Tens NOVOS LIVROS 
na BIBLIOTECA!

 

Feira do Livro


     Como vem sendo habitual, a biblioteca escolar realiza uma Feira do Livro no mês de novembro, aberta  à comunidade educativa.
    Todos os alunos participaram nesta atividade da qual muito gostaram pois deu-lhes a possibilidade de contactarem com novos livros e autores.
     Para a concretização do evento, a biblioteca contou com a preciosa colaboração dos docentes e diretores de turma. 
MJA







Exposição - Património - Dar futuro ao passado

       
     Está patente na Galeria Pedro de Sousa, a exposição  Património - Dar futuro ao passado, aberta a toda a comunidade escolar. 


   Esta exposição abarca temas muito diversificados, como Língua e Literatura, Arte, Música, Ciência e Tecnologia, Gastronomia, Transportes e Comunicações, Industria e Mineração, Natureza e Agricultura, sendo uma mais-valia para a consolidação das aprendizagens dos alunos.
    Resulta da parceria da biblioteca escolar com a editora Santillana.
MJA





Ateliê de Escrita Criativa - Estação do Livro


       
     No dia 18 de novembro, os alunos do 9.º B participaram no ateliê de Escrita Criativa, orientado pelo jornalista Joaquim Semeano. 
    Foram momentos muito criativos, em que a imaginação deu azo a contos fantásticos que serão publicados, em breve, neste blogue.





quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Estação do Livro - Os meus cães e outros poetas








Laura del rio, membro integrante da Arte Pública, esteve presente na EB1/JI Casal do Marco para dinamizar uma oficina com base no livro "Os meus cães e outros poetas". Ao longo de 90 minutos os alunos, a partir de poemas, deram asas à imaginação e à criatividade que se refletiram em belas criações plásticas.


terça-feira, 22 de novembro de 2016

Estação do Livro - Isabel Ricardo

Foi  com muita atenção que as turmas do jardim de infância da EB1/JI Quinta dos Franceses  ouviram a escritora Isabel Ricardo contar as histórias "O Fantasma das Cuecas Rotas", "O Coelhinho Avarento" e a lengalenga "Um sonho muito interessante".
Tiveram ainda a sorte de ouvir a história "As Aventuras de Xico-Larico", um livro que vai ser lançado ao público no próximo dia 3 de dezembro.
Obrigada pela entusiasmante apresentação.
Obrigada à Biblioteca Municipal do Seixal por proporcionar este tipo de atividade através da iniciativa "Estação do Livro".



segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Dia do Pijama

A biblioteca escolar recebeu os alunos para mais um dia cheio de atividades a assinalar o Dia do Pijama.
"Versos de fazer ó-ó", de José Jorge Letria, foi o livro escolhido para levar os alunos a ler e a sonhar


O Dia do Pijama é um dia educativo e solidário em que as crianças lembram a todos que "uma criança tem direito a crescer numa família".
Para saberes mais sobre esta iniciativa podes consultar aqui.



quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Estação do Livro - António Fontinha

António Fontinha e a tradição oral portuguesa nas EB1/JI Quinta dos Franceses e EB1/JI Casal do Marco para sessões de contos.
O touro azul foi interpretado de uma forma muito envolvente. Só quem assiste é que compreende a dimensão do conto oral narrado por António Fontinha.
Agradecemos a sua presença.



quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Estação do Livro - Escrita Criativa

O Serviço Educativo da Biblioteca Municipal do Seixal apresentou a história "A Greve", de Catarina Sobral, que depois exploraram o tema junto dos alunos.









terça-feira, 15 de novembro de 2016

Estação do Livro - Bruno Magina

A EB1/JI Casal do Marco e a EB1/JI Aldeia de Paio Pires a propósito da Estação do Livro, receberam a visita do escritor Bruno Magina com a sua obra "A Vila das Cores".
A família Violeta veio recordar aos habitantes da vila que, com tantas cores existentes no mundo, não há razões para a indiferença e preconceito. E é de toda a diversidade que vem a riqueza.
Bruno Magina explicou ainda que a história demorou cerca de uma semana a escrever e que as ilustrações forma realizadas por uma amiga sua, a Carolina Figueira. Até ao momento já editou três livros: A Vila das Cores, Viagem a Coimbra e Sete Dias de Verão.



segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Vamos brincar com as classes de palavras...

Resultado de imagem para abecedario

     Nas aulas de Oficina de Português, uma opção nova na nossa Escola, os alunos do 7.º A, B e C andaram a brincar com as classes de palavras, criando textos criativos, sujeitos a determinadas regras. Assim «vogando pelas vogais nos nomes, adjetivos e verbos», os alunos criaram composições poéticas, por vezes, cómicas, mas sempre respeitando as classes de palavras e a regra imposta: manter a mesma vogal nos nomes, adjetivos e verbos usados. Divirtam-se a ler as  criações dos nossos jovens escritores!
Sofia Venceslau


«Voga pelas vogais nos nomes, adjetivos e verbos» - 7.º A
(OFICINA DE PORTUGUÊS)

A letra A

A amêijoa e a ameixa
Amanda atirou a amêijoa à areia,
O André apanhou a amêijoa e atirou-a à Ana.

A Ana amassou a ameixa, apaixonadamente,
e a ameixa amassada apaixonadamente
andou a assar a amêijoa.


 João Fernandes, Rodrigo Ferreira, Tiago Duarte

A letra A

A Andreia achou o Artur
e com tanto amor o abraçou
que o ancião André, que a amou
amigavelmente tudo acabou.

A Andreia amava o Americano
Mais ainda o Artur,
Quando na América o avistou
Com alegria o abraçou.
Bruna, Mateus, Simão

A letra A

O avião do António
andava abusado,
em vez de andar aberto
andava angustiado.

Aceitou o António
a amigdalite do avião
Que em vez de andar aberto
andava angustiado.
                                                     Ana Lúcia, Diana e Tomás


A letra I

A Investigadora Isadora identificou
A Inês, ignorando a Irene.
Irritada, Irene imaginou
Uma iguana idosa com uma infecção
Que a Inês rapidamente imitou.
Bruna, Laura e Margarida


A letra O

O Óscar oferece
uns óculos ao Otávio,
que era otário.
Já a Odete obedece
à Olívia que oferece um olival
ao otimista do Otávio.
Ana Raquel, Paulo e Renato


A leitura ganha asas


Resultado de imagem para leituras

Nos dias de hoje, ler é um ato que nos faz falta, pois, apesar de as novas tecnologias nos terem seduzido, a leitura acompanha-nos em tudo.
Ao lermos, podemos aprender, adquirir e melhorar os nossos conhecimentos. Além disso, temos a oportunidade de melhorar a nossa oralidade, leitura e escrita, com a aquisição e desenvolvimento de novo vocabulário, ideias, estruturas sintáticas. Isso permitir-nos-á melhorar a nossa capacidade de interpretação e compreensão do mundo que nos rodeia, no nosso quotidiano.
Com a leitura, podemos, ainda, ter a experiência de nos entretermos, ocupando o nosso tempo a viajar através da imaginação, criando novas ideias, novos sentimentos e emoções, abrindo os nossos horizontes para outros mundos.
Quando pensamos na leitura, percebemos que a podemos encontrar no mundo que nos rodeia, em tudo e em todos, e não apenas em livros. Por isso, não digas que não gostas de ler, pois estás e estamos sempre a ler!

Texto de opinião coletivo - 7.º E

Naveguem nos mares de leitura…

Resultado de imagem para navegar leitura

Na sociedade onde vivemos, a sociedade das tecnologias, a leitura deve desempenhar um papel importante? Sim, absolutamente, para quebrar a rotina das tecnologias, acreditamos que nada melhor que um bom livro!
Através da leitura, seja de um livro, de uma imagem, da expressão facial de alguém, da natureza adquire-se sempre mais conhecimento em todas as áreas.
Não precisas de muito tempo, basta cinco minutos e já consegues melhorar a tua expressividade em termos de oralidade, bem como aumentar o teu vocabulário, caso leias um livro. Aprende-se a interpretar e a compreender melhor o mundo que nos rodeia.
A leitura em si é benéfica, ajuda a melhorar os resultados na vida escolar, pessoal e profissional das pessoas, pois aumenta a nossa cultura geral, a nossa imaginação, a possibilidade de viajar para outros universos, passados, presentes ou futuros.
Nos dias de hoje, a leitura é fundamental para o nosso dia-a-dia. Experimentem navegar nos mares da leitura!


Texto de opinião coletivo - 7.º C