sexta-feira, 20 de março de 2015

Dia Mundial da Poesia



A Poesia e a Floresta




Encontro-me numa floresta encantada,

Onde não me sinto só,

Onde me poderia inteirar na tua terra,

Dissipando-me em pó.

Ouço o chilrear das aves,

E respiro profundamente.

O elixir da tua resina

Liberta-se para a atmosfera

E sinto-me pequena,

Pequena no teu mundo verdejante,

Mas onde prolifera a minha mente

De uma forma abundante.

Rodeada por esta paisagem inigualável,

Inspiro-me em tudo o que me dás,

Tudo em ti me satisfaz

És a minha fértil quimera,

No teu mundo que é de todos,

A minha alma, um dia,

Repousará em ti,

Encontrando a eterna paz.

Floresta do meu ser

Que me faz ansiar por um novo amanhã…

Mas, enquanto o mesmo tarda em chegar,

Adormeço e sonho com as palavras

Que adocicam a minha vida,

Minha floresta amada,

Faz-me poetizar,

No teu mundo esbelto, puro e sereno,

Que, todos os dias, não para de me encantar.
 
Cristina Pinto

Imagens in: 
http://ambientalistasemrede.org/greenpeace-publica-30-motivos-para-preservar-florestas-brasil/  
http://www.achetudoeregiao.com.br/arvores/floresta.htm

Sem comentários:

Enviar um comentário